Um conto de fadas sobre o rei

Um conto de fadas sobre o rei

Bem longe daqui, distante,
Na capital, mas não no nosso,
Havia um rei, quem bebeu leite
E ele comeu muita aveia.

Os cozinheiros estavam preocupados:
“O, rety! O que está acontecendo?
O rei ordena que o mingau seja servido,
O rei não come mais nada!

Como você pode trabalhar aqui?
E como servir a tal homem aqui?
O rei não quer o pato assado
Salmão não grelhado,

O rei nem vai tocar em um ovo,
O rei nem come bolinhos,
Que em todos os países
Os reis geralmente comiam. "

E o rei estava rindo: "Eu seu
Reclamações não serão movidas,
Eu só como aveia,
Leve outros pratos!

Deixe o copeiro vir,
E embora ele também reclame,
Deixe-me mingau da garrafa
Despeje um copo de leite!”

O Grande Conselho suspirou:
“Comemos como camponeses,
Porque governa nosso país
Kaszojad i Mlekopij.

Todos os dias em uma bandeja
Eles servem uma tigela de mingau –
É assim que os pobres podem comer
Do porão ou sótão,

Mas nós, Conselho Real,
O guarda mais antigo da nação,
Nem cabe em nós,
Para fazer as entranhas jogarem uma marcha!”

E o rei continuou a crescer e se tornar vigoroso,
Ele ficou mais saudável com a idade,
E ele ficou mais forte, e ficou mais forte
Comer mingau com leite.

Mas ele não era um bastardo
E ele odiava guerras,
E ele tinha essa regra:
O que é seu, não é meu.

O inimigo ficou longe,
Porque o rei assustou o inimigo.
E voce esta bebendo leite?
Você come muito mingau?