Misha

„Misha”

(um conto de fadas de um livro de Bruno Ferrero "Histórias" – parcialmente em auto-adaptação)

Misha era um pequeno ursinho de pelúcia. Ele tinha pés de veludo vermelho, olhos feitos de botões e nariz feito de uma bola de lã. Pertenceu a uma garota caprichosa, que o abraçava às vezes, e às vezes ela o jogava no chão ou puxava suas delicadas orelhas de pano. Com todo seu coração, ele queria mudar seu destino: ele queria ver a floresta, campos e estrelas, respire o ar fresco e conheça o mundo ao seu redor.

Um dia ele tomou a decisão mais importante de sua vida: decidiu fugir da garota. Ele aproveitou a confusão, como era nos dias que antecederam o Natal, ele viu uma porta aberta e estava em liberdade.

Batendo os pés, ele vagou na neve e estava mais feliz do que nunca. Świat pełen był obiektów do czynienia wspaniałych odkryć: árvores cresceram ao longo da estrada, em cujos ramos largos havia pássaros fazendo ninhos, deliciando Misha com seu canto. Estrelas brilharam no céu noturno. Os olhos de Misha se arregalaram: tudo era incrivelmente lindo.

Era véspera de natal. Tarde, em que todas as criaturas devem fazer algo bom. De repente, Misha ouviu o barulho do trenó. Era uma rena, quem estava arrastando o trenó atrás dele, cheio até a borda com pacotes embrulhados em papéis coloridos. Ele explicou ao filhote de urso, que ele substitui o papai noel, quem já está muito velho e cansado, caminhar na neve.

Reindeer convidou Misha para o trenó. E então o urso começou a percorrer cidades e vilas em um carrinho mágico cheio de presentes. Foi ele quem colocou um brinquedo ou outro presente especialmente preparado ao lado de cada lareira. Ele gostou desta atividade, gostei. Se ainda fosse apenas um brinquedo comum, ele não poderia ter vivido tal noite.

Aqui eles alcançaram a última casa: uma cabana pobre na orla da floresta. Misha colocou a pata no saco grande, estava à procura de, ele se virou - mas não encontrou nada lá.

– Rena, Rena! Não sobrou nada no seu saco! – ursinho chorou.

– E… – uma rena preocupada gemeu.

Um menino doente morava na cabana. Pode estar acordando amanha, ele não deveria encontrar nada ao lado de sua cama? A rena olhou suplicante para Misha com seus belos olhos. O filhote de urso suspirou profundamente, ele olhou ao redor, olhando para os campos, no qual ele vagou com tanto prazer. Ele olhou para a floresta, e então ele entrou na cabana e para fazer sua boa ação de Natal, ele se escondeu no sapato de um menino doente, em que ele esperou até de manhã.